Museu das Montanhas Reinhold Messner

Sou fascinada por alpinismo em grandes altitudes. Apesar de não ser praticante do esporte, sou uma estudiosa e apaixonada pelo assunto. Conheço  as grandes montanhas da Cadeia do Himalaia, da Cordilheira de Karakoran, dos Alpes  e outras ao redor do mundo. Algumas através de leitura, outras sobrevoando, nenhuma delas escalando. Hoje em dia, com o advento do youtube, podemos ver vídeos incríveis e conhecer as principais rotas das grandes montanhas, além de termos acesso ao cume, graças aos grandes alpinistas que têm a generosidade de filmar e compartilhar as imagens conosco. .

Qualquer pessoa que conheça um pouco de alpinismo em grandes montanhas já ouviu falar de Reinhold Messner. O maior montanhista de todos os tempos. Italiano da região do Tirol, nascido em 1945,  foi o primeiro a subir todas as 14 montanhas de mais de oito mil metros sem oxigênio suplementar. Muitas delas subiu sozinho  por vias difíceis e no inverno. O Everest ele subiu mais de uma vez, sempre sem oxigênio suplementar e sem auxílio de carregadores de grandes altitudes. É escritor de diversos livros sobre alpinismo e, sem dúvida, é o mais consagrado alpinista. Todos o reverenciam.

No Norte da Itália, na região do Tirol, próximo à Cordilheira dos Dolomitas, onde ele nasceu, há um  complexo de seis museus dedicados ao alpinismo, museu de montanhas Reihold Messner. Uma região belíssima, que vale a pena conhecer.

Na verdade, é um complexo com SEIS MUSEUS. Todos dedicados ao alpinismo e à cultura que o envolve. Assim como a arte e religião da região dos Himalaias.

Alguns em prédios de arquitetura moderna e arrojada, outros em antigos castelos. Recomenda-se ficar na cidadezinha italiana de Merano ( https://pt.wikipedia.org/wiki/Merano)  e alugar um carro para explorar a região dos museus.Não ficam muito próximos. Então, se você gostar de montanhas, de alpinismo e quiser explorar uma região belíssima, fica a sugestão para um passeio interessante e bem diferente dos tradicionais realizados por turistas na Europa.

No site oficial, há o mapa de como chegar  a estes museus tão singulares na Europa.

CORONES

Localizado no topo do plateau de Kronplatz ( 2,275 ), é dedicado ao montanhismo tradicional, que influenciou e também foi influenciado por Reinhold Messner. O museu apresenta a  história do montanhismo e oferece uma vista única das grandes paredes de montanhas das Dolomitas e dos Alpes.

FIRMINA

Um castelo no qual   através de usas obras de arte se aprofunda a questão do homem e das montanhas

 

DOLOMITES

Oferece uma vista de 360º sobre a cordilheira das montanhas Dolomitas. Tem como tema central as escaladas nas Dolomitas

JUNVAL

É dedicado à magia das montanhas e tem no acervo diversas peças dos povos das montanhas dos cinco continentes.

MUSEU RIPA 

Uma homenagem aos povos das montanhas de todos os continentes. O museu representa a vida diária destas comunidades, assim como suas  culturas e  religiões.

 

ORTLES

Uma estrutura a 1900m do nível do mar. É dedicado ao mundo do gelo.

¨Os três Polos – O Polo Norte , O Monte Everest ( aliás o Polo Leste )  e o Polo Sul simbolizam o fim do mundo; o fim no Norte,  o fim no céu e o fim  no Sul. Todos eles são cobertos por neve, são frios e com muitas tempestades.Como meta de prestígio, eles são  foco  da vaidade humana – apesar de ser muito desconfortável por lá ¨ Reinhold Messner.

Site oficial :   http://www.messner-mountain-museum.it/en/

Então, se você já visitou algum destes museus, contem-nos o que achou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s